Parceiros

A Associação Pró Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade (APRODIS), é uma associação de direito privado, com fins não econômicos, ou seja, não visa lucro. Para poder atingir suas finalidades (art. 2 do Estatuto Social), a Aprodis depende do trabalho voluntário de seus associados e voluntários e também de contribuições e ajudas financeiras e de serviços de empresas para manter a sua infraestrutura.

 

É cada vez maior o número de pessoas e empresas que estão dispostas a colaborar com trabalho ou mesmo com ajuda financeira organizações voltadas aos desenvolvimento sustentável e preocupadas com a Responsabilidade sócio-ambiental.

São parceiros da Aprodis:

Empresas:

Realce Tecnologia

Responsável pela construção e manutenção do site da Aprodis.

Bem Gaia

Responsável pela infraestrutura física e de apoio da Aprodis, que utiliza gratuitamente todos os serviços do coworking

Google G Suite

google-site-verification: googlee1ff2ba28d0bc659.html

Prestadores de Serviço:

Radünz Serviços Jurídicos

Responsável pela infraestrutura jurídica da Aprodis (redação de normas e documentos da Aprodis)

Pessoas:

Fábio Ronick

Realiza todas as atividades contábeis e cumpre os compromissos fiscais da Aprodis

São perguntas frequentes sobre Parcerias na Aprodis:

Como encontro o Estatudo da Aprodis?

O Estatuto Social da Aprodis foi registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos de Pessoas Jurídicas, em 2/12/2016 e pode ser acessado aqui

Como encontro o Regimento Interno da Aprodis?

Em dezembro de 2018, a Assembleia Geral aprovou o regimento interno da Aprodis, que pode ser acessado aqui 

O que a Aprodis faz?

Artigo 2° do Estatuto social prevê que, em âmbitos nacional e internacional, a Associação tem por finalidade:
I – promover o desenvolvimento sustentável;
II – promover pesquisa, desenvolvimento e inovação voltados à sustentabilidade;
III – compartilhar informação e conhecimento voltados à inovação e sustentabilidade;
IV – promover educação e a formação para a sustentabilidade;

V – promover a capacitação de pessoas, empresas e o setor público para práticas sustentáveis;

VI – certificar práticas sustentáveis;

VII – promover e/ou acompanhar denúncias ou ações judiciais de defesa do desenvolvimento sustentável perante órgãos públicos, especialmente voltadas à proteção de recursos naturais quando ameaçados;

VIII – promover o diálogo e ações integradas com outras associações com finalidades semelhantes ou complementares a estas, tanto locais, quanto regionais, nacionais e internacionais;

IX – agregar especialistas e interessados em desenvolvimento sustentável, em todas as áreas do conhecimento;

XI – participar de fóruns, conselhos, comissões e outros que busquem o desenvolvimento sustentável da sociedade;

XII – qualquer outra ação voltada para os objetivos do desenvolvimento sustentável e suas metas definidos pelas Conferências da Organização das Nações Unidas (ONU) ou por outras organizações internacionais às quais a República Federativa do Brasil esteja vinculada juridicamente, a exemplo dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU – https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/

Como a Aprodis trabalha?

conflitos, paz, segurança e alinhamento aos demais objetivos e metas internacionais de desenvolvimento sustentável (Artigo 3° do Estatuto Social).

 

Para atingir suas finalidades, os projetos poderão utilizados todos os meios adequados e permitidos na Lei, podendo-se, inclusive, desenvolver outras atividades acessórias voltadas ao desenvolvimento dos objetivos institucionais por meio de: execução direta de projetos, programas ou planos de ações; celebração de convênios, contratos ou outros instrumentos jurídicos; doações ou prestação de serviços intermediários de apoio a outras organizações com fins não econômicos e a órgãos do setor público que atuem em áreas afins (Artigo 4° do Estatuto Social).

 

O parágrafo único do artigo 2° do Estatuto social prevê que as ações da Associação devem ser viabilizadas por meio de projetos.

 

Assim, em dezembro de 2019, a Assembleia Geral iniciou os debates sobre Regulamento das Atividades da da Aprodis, cujo texto pré-aprovado pode ser acessado aqui

Como a Aprodis se mantém?

A Associação se mantém com as contribuições dos associados, de doações e de outras atividades, sendo que essas rendas, recursos e eventual resultado operacional devem ser aplicados integralmente na manutenção da e desenvolvimento das finalidades institucionais (Artigo 39 do Estatuto Social).

A Aprodis pode buscar fontes de recursos provenientes de (Artigo 40 do Estatuto Social):
I- receitas decorrentes de seu patrimônio, mobiliário e imobiliário que venha a possuir;
II- de doações de qualquer natureza;
III- auxílios e contribuições de seus associados e benfeitores ou qualquer outra forma legal de receita, cuja soma constitui o patrimônio social;

IV- de auxílios e subvenções que venha a receber do Poder Público;

V – de auxílios e subvenções de entidades privadas que tenham finalidades semelhantes ou complementares a associação;

VI – de convênios, apoio e financiamentos realizados com entidades de pesquisa, desenvolvimento, inovação ou de educação;

VII – prestação de serviços;

VIII – certificação de boas práticas sustentáveis.

Como ter acesso às prestações de contas da Aprodis?

Gestão 2019-2020

 

Gestão 2016-2018

Como posso ajudar a Aprodis?

Existem muitas possibilidades de ajudar a Aprodis e a trabalhar pelas suas finalidades institucionais.

 

A Aprodis precisa de voluntários para o exercícios das diferentes gestões, para a realização de projetos de pesquisa e desenvolvimento de ações, de doações para a realização das suas finalidade e também de sua manutenção.

 

Veja os projetos que precisam de financiamento e voluntários

 

Assim, se você acredita que é capaz de ajudar a Aprodis, entre em contato conosco

Qual é o documento que define a parceria com a Aprodis?

Se você tem interesse e que conhecer o modelo de Termo de Parceria, clique aqui.

Receba as últimas notícias, atualizações sobre nossos projetos e novidades em seu e-mail